Malu Super Mulher

- 04/03/2013 14h00

Logo Malu

Matéria disponível em: http://papofeminino.uol.com.br/mulher/saude-e-bem-estar/saude-da-mulher/

Saúde da mulher

Descubra quais cuidados devem ser tomados em cada fase da vida

Texto: Lívia Neves

Não é apenas a personalidade da mulher que muda ao longo dos anos. O corpo feminino também sofre diversas mudanças durante a vida. A pré-adolescência, por exemplo, é como um divisor de águas na vida de uma menina. Além do amadurecimento repentino, algumas alterações físicas como crescimento de seios e pêlos despertam curiosidade. Por isso, é importante fazer um acompanhamento com um ginecologista desde cedo.

O Papo Feminino conversou com os ginecologistas Alberto Guimarães e Flavia Fairbanks para esclarecer quais são os principais cuidados que as mulheres devem tomar em cada fase da vida.

10 aos 15 anos

“É nesta fase que alguns diagnósticos de normalidade ou de alguns transtornos já podem ser firmados”, diz Flávia. Nessa faixa etária é possível identificar alterações hormonais graves ou má-formação do aparelho reprodutor. A orientação dois pais é essencial nesta etapa. As meninas precisam saber que as mudanças são normais.

Saúde da mulher

Foto: Thinkstock

Alberto ressalta que se deve prestar atenção no contato com as outras pessoas, pois o olhar muda devido às “alterações mais evidentes”. Primeira menstruação e início da vida sexual são as questões mais frequentes nessa idade. “Orientações de proteção e cuidados com higiene íntima são o básico”, diz Alberto.

16 aos 29 anos

“É a fase na qual a mulher está na sua plenitude sexual e reprodutiva”, classifica Alberto. As doenças sexualmente transmissíveis e a gravidez indesejada lideram a lista das preocupações femininas nesta etapa. Por isso, Flávia explica que os exames de sangue, o papanicolau, o exame das mamas e o ultrassom são importantíssimos.

Além disso, a vacinação contra o HPV (Humam Papiloma Vírus) pode evitar que as mulheres contraiam o vírus, que é o principal responsável pelo câncer de colo de útero. Para se certificar de que está tudo bem, “deve-se realizar os exames de rotina uma vez ao ano”, recomenda Alberto.

30 aos 40

A maioria das mulheres decide começar uma família nesta fase. Sendo assim, a gravidez se torna o foco principal. O Dr. Guimarães destaca que ter uma boa qualidade de vida é principal fator que contribui para uma gravidez tranquila. Prática de exercícios físicos regularmente e boa alimentação podem evitar o surgimento de complicações. Segundo Flávia, a primeira mamografia da mulher deve ser feita também nesta etapa!

 

Saúde da mulher

Foto: Thinkstock

Dos 40 em diante

O tormento das mulheres nesta fase se resume em mudanças constantes de humor e temperatura que podem ser sinais da menopausa. O corpo começa a mudar por dentro e, diferentemente do que acontecia antes, nem sempre as mudanças se refletem fisicamente.

Além das preocupações normais e das idas anuais ao ginecologista, outros problemas de saúde podem aparecer. Flávia destaca a necessidade de “checar a presença de diabetes, hipertensão arterial e osteoporose”. Ela recomenda exame proctológico, exame de fundo de olho, densitometria óssea e ultrassom pélvico. O acompanhamento é a melhor maneira de fazer a prevenção e evitar grandes problemas. Cuide-se!

Consultoria

Alberto Jorge Souza Guimarães, ginecologista e obstetra.

Flavia Fairbanks, ginecologista especializada em sexualidade.


** Já curtiu o Facebook da Revista Malu?

IMPRIMIR
  • Compartilhar


Os comentários não representam a opinião deste site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. rob disse:

    a pior fase da vida é a menopausa, é uma decadência a olhos vistos. Além dos sintomas que nos enlouquecem, o metabolismo fica lento demais, tudo que a gente faz (dieta, cremes, exercícios)tem pouco resultado.

  2. JOAO SANTOS SILVA disse:

    saindo um pouco do foco, peço-lhe desculpa por se tratar de um assunto masculino:
    tenho 55 anos e qual é a alimentação adequada para uma boa saude?

  3. renata disse:

    Projeto mulher de fases

  4. Dadinha disse:

    Q matéria mais vazia!