Malu Super Mulher

22/02/2012 14h26

Logo Malu

Matéria disponível em: http://papofeminino.uol.com.br/mulher/saude-e-bem-estar/emagrecer-sem-remedios/

Emagrecer sem remédios

Medicamentos que prometem emagrecimento rápido podem trazer problemas de saúde

Isabela Zamboni

Emagrecer sem remédios

Foto: Thinkstock/Getty Images

Para conquistar o peso ideal, muitas pessoas acreditam que a solução é parar de comer ou tomar remédios para conseguir efeitos rápidos. É preciso tomar cuidado com dietas rigorosas e mudanças radicais na alimentação. O endocrinologista Marcelo Cruzick, do Hospital Balbino (RJ), explica que tipos de problemas de saúde podem surgir a partir de remédios “milagrosos”:

Cuidado com emagrecedores

Antes de tomar qualquer medida extrema para emagrecer, é preciso consultar um profissional capacitado para orientar no uso de “emagrecedores relâmpagos”. O endocrinologista revela: “Alguns remédios, muitas vezes utilizados em fórmulas, podem desencadear transtornos psiquiátricos como mudança de humor ou psicoses, problemas cardiovasculares como arritmias e perda de massa magra, desidratação e desmineralização óssea”. Diversos medicamentos usados como inibidores de apetite foram proibidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que vetou a  produção, distribuição e comercialização do Femproporex, Anfepramona e Mazindol em território nacional.

Remédios naturais são recomendáveis?

Produtos conhecidos como naturais também devem ser avaliados com precaução. “Não há comprovação de efeitos benéficos por nenhum dos emagrecedores naturais. Deve-se tomar cuidado com o uso dessas substâncias, pois ser natural não é garantia de ser saudável. Algumas delas podem, embora raramente, causar disfunções orgânicas graves”, ressalta Marcelo. “O consumo de fibras na dieta (ou como suplemento alimentar) pode auxiliar na sensação de saciedade, na regularização do ritmo intestinal e, consequentemente, na adesão à alimentação balanceada”, completa.

É possível emagrecer em pouco tempo?

Quem faz dietas rigorosas esperando resultados imediatos deve entender que o processo de emagrecimento requer paciência e muito esforço.  “Não se ganha peso do dia para a noite, por isso não se perde peso de forma saudável da noite para o dia. É necessário mudar de comportamento, alimentar-se de forma balanceada e em intervalos regulares, hidratar-se, praticar exercícios físicos regularmente e perseverar, pois só mantém os resultados obtidos quem mantém esforços constantes”, explica o especialista. Marcelo também afirma que os remédios para emagrecer podem acentuar a perda de peso, mas não podem ser usados a longo prazo: “Alguns medicamentos podem causar dependência química. Por isso, após sua suspensão, os indivíduos não conseguem permanecer seguindo as orientações dietéticas e voltam a se alimentar de forma errada, razão pela qual engordam e ultrapassam o peso inicial”,

Emagrecendo com saúde

Para emagrecer e manter o corpo em forma, é importante ter em mente que dietas equilibradas são a melhor solução. “Dietas equilibradas que contenham alimentos de todas as classes, restritas em substâncias notoriamente nocivas como gorduras saturadas, pobres em açúcar, permitem sua continuidade para perda ponderal e manutenção. É importante lembrar que dietas temporárias só trazem resultados temporários”, pontua o médico.

Dicas

O especialista também dá dicas para quem gostaria de manter a  forma e ficar de bem com o próprio corpo:

- Coma de tudo, mas com moderação. Dê preferência às frutas, verduras e carnes magras e, sempre que possível, evite guloseimas como doces e frituras;

- Alimente-se a cada 3 horas e beba muitos líquidos;

- Faça refeições sem pressa, atento àquilo que come;

- Escolha alimentos integrais, que por terem digestão mais lenta, saciam a fome por mais tempo;

- Escolha um exercício físico de seu agrado e o pratique regularmente;

- Visite seu médico regularmente para avaliar as etapas do emagrecimento.

 

Consultoria: Marcelo Cruzick, endocrinologista do Hospital Balbino (RJ).


** Já curtiu o Facebook da Revista Malu?

IMPRIMIR
  • Compartilhar


Os comentários não representam a opinião deste site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Ghabrielly Ribeiro disse:

    queria uma dieta sem legumes e verduras

* Campos obrigatórios






9 − 9 =